Concurso Assembleia do Amapá 2018 – Previsão


  

Certame deverá oferecer vagas de nível médio, técnico e superior.

A Assembleia do Estado do Amapá permanece realizando o planejamento para o seu próximo concurso público, que deve ocorrer em 2018.

Sabe-se que a Assembleia não realizou qualquer concurso público desde o ano de 1992. Dessa forma, o intuito da instituição é abrir cerca de 300 vagas de emprego, sendo eles divididos em diferentes áreas de atuação.

Pode-se esperar por cargos que exijam diferentes níveis de escolaridade, ou seja, desde o ensino médio completo, até formação superior, além de capacitação específica como cursos técnicos.

De acordo com o deputado Paulo Lemos, que também é o presidente da comissão do concurso, o edital do certame seria publicado em 2017. No entanto, até o momento não foram divulgadas nenhuma das informações que são realmente importantes, como o nome da banca organizadora e o edital, por exemplo. Dessa forma, acredita-se que a divulgação desses dados seja adiada para o primeiro semestre de 2018.

Ainda que não tenha qualquer confirmação a respeito do número de vagas que devem ser ofertadas, bem como quais serão os cargos e as remunerações, já que o edital ainda não foi publicado, estima-se que sejam liberadas cerca de 300 vagas de emprego, distribuídas em cargos como o de técnico, além de muitos outros. No entanto, esse número de vagas é apenas uma estimativa, pois na verdade é necessário que um grupo de funcionários da Assembleia sejam instruídos a fazerem uma pesquisa dentro da instituição com o intuito de verificar a necessidade de novos funcionários nas mais diversas áreas do sistema.

Sendo assim, é preciso fazer um balanço sobre o número de funcionários que se aposentaram, desde 1992 e ainda checar quantos dos profissionais atuais estão entrando com o processo de aposentadoria.




Ao que parece, a realização desse concurso público deverá sofrer por alguns processos de antecipação, logo no início de 2018. Isso porque, como não houve nenhum certame nos últimos 24 anos, a Assembleia/AP já está há muito tempo trabalhando com um grande déficit de funcionários. Desse modo, o número de servidores públicos não acompanhou ao crescimento da população nessa região e acabou por tornar-se um desserviço à população.

Ainda de acordo com o deputado, das 300 vagas que vão ser ofertadas, cerca de 60 delas serão destinadas aos cargos de policiais legislativos, com isso, os policiais militares podem deixar de atuar no local onde fica a Assembleia e, dessa forma, voltarem às suas funções de costume. Sabe-se que na instituição já foi aberta um quadro oficial para policiais legislativos, no entanto, as vagas nunca foram ocupadas antes.

Além disso, pode haver vagas para técnicos, analistas, assessor jurídico, assessor parlamentar e contador.

Vale salientar ainda a importância de ser realizado o concurso público, pois, segundo o presidente da comissão do concurso, dentro da Assembleia há muitos cargos em excesso em que os funcionários são, em grande parte, contratados. De forma alguma o objetivo do certame visa acabar com esses cargos, ao contrário disso, o objetivo é extinguir o excesso de funcionário e manter aqueles cargos que realmente fazem a diferença na instituição, a fim de haver eficiência nos serviços prestados. E os dados só confirmam essa questão, isto é, de acordo com um relatório publicado pela Assembleia, somente 10% do funcionários são efetivados, um número bastante inferior se comparado com outras Assembleias que estão dispostas em outros Estados do território brasileiro.

Ficou interessado? Pois bem, então não deixe de acompanhar as etapas que precedem o dia da prova. Por isso, procure ficar a par de todas as novidades que cercam o processo de validação do certame.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 12 Média: 3]


Compre aqui apostila para este Concurso Público!




Um comentário sobre “Concurso Assembleia do Amapá 2018 – Previsão

  1. Gostaria de saber onde encontro a apostila da Anvisa e material de estudo ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *