Concurso Polícia Federal 2018 – Previsão


  

Pedido de Concurso avança no MPDG e deve ofetar 1.758 vagas.

Depois das forças armadas, a Polícia Federal ocupa um lugar de prestígio entre as instituições do Brasil. No Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão – MPDG está em tramitação o pedido de abertura do concurso da Polícia Federal. Verbas para custear o concurso e publicar editais ainda aguardam confirmação de serem liberadas. Os cargos a serem preenchidos são escrivão, delegado, agente e perito, sendo exigida graduação em curso superior para serem ocupados.

Todos os interessados em ingressar na corporação da Polícia Federal precisam estar atentos às notícias e publicações. A solicitação de verbas para financiar o concurso em questão já foi atualizada. O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – MPOG – já recebeu os pedidos de abertura e verbas, portanto, cabe aos candidatos buscar informações todos os dias. A corporação disponibilizará mais ou menos 1.758 vagas, no total, para o cargo de escrivão serão 600 vagas, mais 600 vagas para agente, 491 vagas para delegados e mais 67 para ocupar vaga de perito.

A publicação em editais para esse processo seletivo depende de aprovação do MPOG, o único que pode liberar o valor necessário de custo para aprovação do concurso. Mas a Polícia Federal já possui as vagas à disposição e não é necessária a autorização de determinado órgão para que estas vagas sejam ocupadas por novos servidores. Desde o mês de julho de 2016 o processo havia estacado, voltando a tramitar assim que foi encaminhado novamente para muitos outros setores do Ministério. Desde a promulgação do decreto 8.326, de 10 de outubro de 2014, a corporação da Polícia Federal fica dispensada de autorização do MPOG para promover concursos públicos em sua área, necessitando apenas da liberação de verbas por parte do ministério citado. Para a abertura de concursos na Polícia Federal basta somente a ausência de 5% do contingente de servidores em seus quadros.




A grande vantagem pode ser oferecida por este concurso da Polícia Federal é o fato da recente valorização da categoria, devido o processo de reajuste promulgado pelo Presidente Michel Temer sobre os valores das remunerações, em 15 de dezembro, conforme o que está na lei 13.371. Os cargos de Agente e Escrivão tinham salários que chegavam a R$ 9.160,20 em dezembro do ano passado, já no mês de janeiro esse mesmo salário somou o total de R$ 11.897,86, além do auxílio alimentação. Mais reajustes virão até 2018. No caso das vagas de Perito e Delegado, os vencimentos eram de R$ 17.288,85 até dezembro, em janeiro já estavam na escala de R$ 22.102,37. No caso destas duas últimas funções, mais dois reajustes serão realizados em 2018 e 2019. São 40 horas semanas de jornada de trabalho.

Existe ainda a chamada progressão de carreiras, o que proporciona aumento significativo dos salários, que já são alto, e mais segurança. Conforme as classes as remunerações serão maiores.

Há a questão de que, mesmo com o concurso abrangendo mais de mil vagas, ainda assim a carência de servidores neste setor é considerada muito grande. Conforme divulgou o Presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais – FENAPEF -, senhor Luis Antônio de Araújo Boudens, em decorrência das aposentadorias compulsórias a necessidade de novas contratações é urgente, sobretudo para a função de delegado. Caso isso não acorra logo, segundo ele, a carência de servidores na corporação pode chegar a 800 vagas não preenchidas. Isso foi proferido em Fórum Nacional dos Concursos Públicos, realizado no mês de agosto, em Brasília. Para maiores informações os interessados podem consultar aqui. São carreiras promissoras e honradas.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 67 Média: 3.1]


Compre aqui apostila para este Concurso Público!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *