Concurso para Promotor do MP-PB 2018 – Previsão


  

FGV deverá ser a organizadora. Edital deverá ser publicado em breve.

O primeiro semestre de 2018 vai fechar com uma grande quantidade de concursos públicos em aberto. Quase todas as unidades federativas do Brasil abriram oportunidades empregatícias estáveis durante a primeira metade do ano. Neste caso, trata-se do novo processo seletivo promovido pelo departamento do Ministério Público do Estado da Paraíba, o MP-PB. A publicação do novo edital está agendada para o próximo mês, maio, oficializando este concurso público destinado a prover carreiras no setor de promotor. A primeira etapa de elaboração aconteceu recentemente, desde a determinação e a confirmação da contratação da banca responsável pela organização deste próximo certame.

A instituição honrada foi a tão requisitada Fundação Carlos Chagas. O processo seguinte, de estruturação do concurso, se dará por meio da assinatura do contrato definitivo com o citado órgão, já nas semanas vindouras do próximo mês. A partir deste ponto será definida a devida data de publicação do edital específico que estabelece o período de inscrições. Há uma demanda urgente para cargos nesse nível, portanto, todos os interessados podem esperar agilidade na oficialização do concurso.

O processo de seleção foi estruturado no sentido de promover a abertura de dez postos de trabalho; o pré-requisito básico, neste caso, está em comprovar formação em curso superior na área de direito, com registro na OAB e comprovar o mínimo de três anos no exercício da profissão no seio institucional da atividade jurídica.

O valor inicial do vencimento para esta carreira está em torno de 24.818,90 mil reais, incluindo nesse cômputo os benefícios a que os servidores têm direito. Os candidatos aprovados também serão agraciados com o devido auxílio-moradia no valor de 4.377,73 mil reais, além do auxílio-alimentação no valor de 900 reais.




De acordo com que foi auferido do histórico do concurso anterior, no qual o cargo em oferta foi o mesmo, realizado no ano de 2011, o número total de cargos no setor abrangeu 20 postos de trabalho para carreiras. Aquele processo de seleção, na ocasião, havia sido organizado por iniciativa do próprio órgão e consistiu em um caderno de questões que se configurou no receptáculo das perguntas contidas nas provas objetivas; houve também uma avaliação discursiva; foi realizada a devida prova oral; em seguida foi a vez da prática de tribuna e da análise definitiva, sendo que todas essas etapas foram realizadas por meio do curso de formação que é parte integrante deste certame.

No caso das matérias cobradas e do número de questões, o exame consistiu no seguinte:

A seção objetiva do exame foi estruturada em 100 questões de múltipla escolha, as quais versaram em cima dos temas de: direito constitucional; matéria de direito penal; matéria de direito processual penal; matéria sobre o direito civil; matéria sobre o direito processual civil; matéria sobre os direitos difusos; matéria versando sobre os coletivos e os individuais homogêneos na área jurídica; matéria sobre o direito tributário; matéria sobre o direito administrativo; matéria sobre o direito eleitoral; matéria sobre a área de medicina legal; matéria sobre o direito empresarial; matéria sobre a chamada lei orgânica dentro do Ministério Público; matéria sobre a lei de organização judiciária estadual e questões em cima da matéria de língua portuguesa.

Ao que tudo indica, conforme o histórico registrado no concurso anterior, o número de matérias mais cobrado é específico, portanto, voltado exclusivamente para profissionais atuantes na OAB e formados nas melhores universidades. Esta se configura uma oportunidade ímpar na conquista de uma carreira bem paga. Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos


Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Compre aqui apostila para este Concurso Público!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *